Carreiro e Capataz – Homem chucro

Carreiro e Capataz - Homem chucro

Carreiro e Capataz – Homem chucro

Letra:

Mulher pra casar comigo
Não pode ser indecente
Tem que ter sangue nos olhos
E na vida ser pé quente

E me tratar com respeito
Com carinho e com cautela
E se acaso fazer graça
A coisa embaça eu não dou trela

Comigo o pavio é curto
Do um grito no pé do ouvido
Medo de mulher não tenho
Eu não nasci pra ser genro
Nasci foi pra ser marido

Quem nasce pra ser mandado
Não tem mais opinião
O homem fica calado
Mulher toma decisão
Vive na aba do sogro
Faz da vida uma prisão

Não nasci pra ser mandado
Posso até estar errado
Mas erro com precisão

Comigo o pavio é curto
Só um grito no pé do ouvido
Medo de mulher não tenho
Eu não nasci pra ser genro
Nasci foi pra ser marido

Um homem sem posição
Na vida não tem prazer
Casar com mulher errada
Seu destino é sofrer
Arruma sogro escudo pra poder se esconder
Coitado fala na casa
E a mulher falta bater

Mulher pra casar comigo
Não pode ser indecente
Tem que ter sangue nos olhos
E na vida ser pé quente

E me tratar com respeito
Com carinho e com cautela
E se acaso fazer graça
A coisa embaça eu não dou trela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here