Carreiro e Capataz – Os brutos também amam

Carreiro e Capataz - Os brutos também amam

Carreiro e Capataz – Os brutos também amam

Letra:

Coração desesperado quer sentir de novo
O calor que nos envolve nesse amor gostoso
Orgulho que me consome pra não me entregar
Sofro com meu jeito rude de amar
Chato imprevisível sei que não me leva a nada

Quando chega perto a boca seca e me falta o ar
Só de sentir seu cheiro faz o meu mundo parar
Mas o desejo me apavora
Tenho tanto medo de me machucar

Quando você me abraça tudo acontece fico louco alucinado
Por trás do cinturão um cara apaixonado
Que sente a sua falta e passa o dia inteiro querendo te ver
Quando você me abraça
O coração não cabe dentro do meu peito
Bate forte por você é desse jeito, se
Fica longe o meu coração reclama
Por que os brutos também amam

oração desesperado quer sentir de novo
O calor que nos envolve nesse amor gostoso
Orgulho que me consome pra não me entregar
Sofro com meu jeito rude de amar
Chato imprevisível sei que não me leva a nada

Quando chega perto a boca seca e me falta o ar
Só de sentir seu cheiro faz o meu mundo parar
Mas o desejo me apavora
Tenho tanto medo de me machucar.