Conrado e Aleksandro – Gravidade Zero

Conrado e Aleksandro - Gravidade Zero

Conrado e Aleksandro – Gravidade Zero

DOWNLOAD

Letra:

Eu me sinto na gravidade zero
Te espero, te quero todo dia
Fada amada me leva pro seu mundo
Profundo da sua alegria

Eu já tava chorandinho de amar
Quem quer distribuir paixão na rua?
Acordar sem saber me despertar
E os amores que vão ninguém procura
Mas te vi e pensei: que formosa criatura
No seu céu flutuei
Abalou minha estrutura

Amor fino semi-literal,
Contra a força gravitacional
Pra gente contemplar o céu debaixo do chapéu
Eu me sinto na gravidade zero
Te espero, te quero todo dia
Fada amada me leva para o seu mundo
Profundo da sua alegria

Eu já tava chorandinho de amar
Os amores que deixam descontente
Acordar sem saber me despertar
Fada, lua, minha estrela cadente
Mas te vi e pensei: que formosa criatura
No seu céu flutuei
Abalou minha estrutura

Eu me sinto na gravidade zero
Te espero, te quero todo dia
Fada amada me leva pro seu mundo
Profundo da sua alegria

Eu já tava chorandinho de amar
Quem quer distribuir paixão na rua?
Acordar sem saber me despertar
E os amores que vão ninguém procura
Mas te vi e pensei: que formosa criatura
No seu céu flutuei
Abalou minha estrutura

Amor fino semi-literal,
Contra a força gravitacional
Pra gente contemplar o céu debaixo do chapéu
Eu me sinto na gravidade zero
Te espero, te quero todo dia
Fada amada me leva para o seu mundo
Profundo da sua alegria

Eu já tava chorandinho de amar
Os amores que deixam descontente
Acordar sem saber me despertar
Fada, lua, minha estrela cadente
Mas te vi e pensei: que formosa criatura
No seu céu flutuei
Abalou minha estrutura

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here