Di Paullo e Paulino Part. Maida e Marcelo – Em Duas Palavras

Di Paullo e Paulino Part. Maida e Marcelo - Em Duas Palavras

Di Paullo e Paulino Part. Maida e Marcelo – Em Duas Palavras

Letra:

O meu coração desabitado
Vira um deserto de ilusão
Jogado num canto e acertado
Pelos vendavais da solidão

Os meus olhos são oásis
Que não param de chorar
Pela falta de esperança
De pra mim você voltar
O meu peito solitário devastado pela dor
Hoje só miragens desse amor

Se você chegar se voltasse pra mim
Essa solidão teria fim
Em duas palavras dizer que me ama
Não negue amor a quem te chama

O meu coração desabitado
Vira um deserto de ilusão
Jogado num canto e acertado
Pelos vendavais da solidão

Os meus olhos são oásis
Que não param de chorar
Pela falta de esperança
De pra mim você voltar
O meu peito solitário devastado pela dor
Hoje só miragens desse amor

Se você chegar se voltasse pra mim
Essa solidão teria fim
Em duas palavras dizer que me ama
Não negue amor a quem te chama

O meu coração desabitado
Vira um deserto de ilusão
Jogado num canto e acertado
Pelos vendavais da solidão

Os meus olhos são oásis
Que não param de chorar
Pela falta de esperança
De pra mim você voltar
O meu peito solitário devastado pela dor
Hoje só miragens desse amor

Se você chegar se voltasse pra mim
Essa solidão teria fim
Em duas palavras dizer que me ama
Não negue amor a quem te chama

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here