Diego e Victor Hugo – João Latinha

Diego e Victor Hugo - João Latinha

Diego e Victor Hugo – João Latinha

Letra:

Começou com uma dose
Que não me fez efeito aparentemente
E aí veio o primeiro porre
Com uma dorzinha chata de saudade da gente

E no outro dia a ressaca vem valendo
A bebida só turbina o meu sofrimento
Agora eu não sou mais freguês, já sou de casa
Aqui nessa espelunca, já tem meu nome escrito nas garrafas

Esse sou eu na vida
Eu tô virando um João Latinha
Eu tô bebendo todo dia
Nem bebida tá resolvendo a falta que ela faz
Minha história é baseada em danos reais

Eu tô virando um João Latinha
Eu tô bebendo todo dia
Nem bebida tá resolvendo a falta que ela faz
Minha história é baseada em tantos reais