Douglas e Henrique – Sem Limites

Douglas e Henrique - Sem Limites

Douglas e Henrique – Sem Limites

Letra:

Eu ando meio derrubado
Eu tô carente, eu tô cansado
De tentar te esquecer
Eu tô vivendo o dia-a-dia
Sempre nessa correria
Demorei pra perceber

Quer saber, a gente não se encaixa
E você é a razão e a causa

De eu ficar conhecido por toda a cidade
Como um cara sem limites
Pra sair e pra beber
Se eu sou sempre o último a sair dos bares
A culpada é você, é você, é você

Eu ando meio derrubado
Eu tô carente, eu tô cansado
De tentar te esquecer
Eu tô vivendo o dia-a-dia
Sempre nessa correria
Demorei pra perceber

Quer saber, a gente não se encaixa
E você é a razão e a causa

De eu ficar conhecido por toda a cidade
Como um cara sem limites
Pra sair e pra beber
Se eu sou sempre o último a sair dos bares
A culpada é você, é você, é você

Eu ando meio derrubado
Eu tô carente, eu tô cansado
De tentar te esquecer
Eu tô vivendo o dia-a-dia
Sempre nessa correria
Demorei pra perceber

Quer saber, a gente não se encaixa
E você é a razão e a causa

De eu ficar conhecido por toda a cidade
Como um cara sem limites
Pra sair e pra beber
Se eu sou sempre o último a sair dos bares
A culpada é você, é você, é você

Eu ando meio derrubado
Eu tô carente, eu tô cansado
De tentar te esquecer
Eu tô vivendo o dia-a-dia
Sempre nessa correria
Demorei pra perceber

Quer saber, a gente não se encaixa
E você é a razão e a causa

De eu ficar conhecido por toda a cidade
Como um cara sem limites
Pra sair e pra beber
Se eu sou sempre o último a sair dos bares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here