Fernanda Costa Part. César Menotti e Fabiano – Maldita Carência

Fernanda Costa Part. César Menotti e Fabiano - Maldita Carência

Fernanda Costa Part. César Menotti e Fabiano – Maldita Carência

Letra:

Que que é
Nunca viu alguém sofrer por amor
Nem derramando pelo rosto lágrimas de dor
Será que você pode me deixar um pouco só

Afinal o cara que não vai me ajudar em nada
Se a sua decisão está mais que tomada
Pega logo o que tem seu aqui e dá licença por favor

Nunca vi um amor acabar de um dia pro outro
Você nunca se importou com a gente
Você nunca se importou comigo

Já sei o que fazer com a maldita carência
Tirei do meu carro os modões de sofrência
Eu vou beber menos porque me conheço
Embriagada eu nunca te esqueço

Já sei o que fazer com a maldita carência

Que que é
Nunca viu alguém sofrer por amor
Nem derramando pelo rosto lágrimas de dor
Será que você pode me deixar um pouco só

Afinal o cara que não vai me ajudar em nada
Se a sua decisão está mais que tomada
Pega logo o que tem seu aqui e dá licença por favor

Nunca vi um amor acabar de um dia pro outro
Você nunca se importou com a gente
Você nunca se importou comigo

Já sei o que fazer com a maldita carência
Tirei do meu carro os modões de sofrência
Eu vou beber menos porque me conheço
Embriagada eu nunca te esqueço

Já sei o que fazer com a maldita carência

Que que é
Nunca viu alguém sofrer por amor
Nem derramando pelo rosto lágrimas de dor
Será que você pode me deixar um pouco só

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here