Fiduma e Jeca – Como Que Ocê Pode Abandoná Eu

Fiduma e Jeca - Como Que Ocê Pode Abandoná Eu

Fiduma e Jeca – Como Que Ocê Pode Abandoná Eu

Letra:

Como que o cê pôde abandoná eu?
Se ”nóis” foi sempre “filiz”
Esse moço nunca te mereceu
E eu sou o que cê sempre quis

Como que o cê pôde abandoná eu?
Se ”nóis” foi sempre “filiz”
Esse moço nunca te mereceu
E eu sou o que cê sempre quis

Como que o cê pôde abandoná eu?
Se ”nóis” foi sempre “filiz”
Esse moço nunca te mereceu
E eu sou o que cê sempre quis

Aquele ”zóio” verde eu garanto que é lente
O meu é vesgo mas é natural
E aquele volume olhando de frente
É enchimento, aquilo não é normal

O BMW deve se roubado
Já meu ”Belinão” o cê me viu comprá
Foram 15 prestação que eu paguei atrasado
Mas só farta duas e eu vou quitá

Agora e que eu quero ver
Você sofrer na mão daquele mané
Eu nunca machuquei você
E o apelido dele é tripé

Como que o cê pôde abandoná eu?
Se ”nóis” foi sempre “filiz”
Esse moço nunca te mereceu
E eu sou o que cê sempre quis

Como que o cê pôde abandoná eu?
Se ”nóis” foi sempre “filiz”
Esse moço nunca te mereceu
E eu sou o que cê sempre quis

Como que o cê pôde abandoná eu?
Se ”nóis” foi sempre “filiz”
Esse moço nunca te mereceu
E eu sou o que cê sempre quis

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here