Jads e Jadson & João Carreiro – Brasa Quente

Jads e Jadson & João Carreiro - Brasa Quente

Jads e Jadson & João Carreiro – Brasa Quente

Letra:

Pra mim esse tal de amor era frescura
Estupidez de quem fica olhando a lua
Pensando em alguém que não merece atenção

Mas seu olhar encontrou o meu na reta
A mão tremeu e o suor correu na testa
Um tiro certeiro que atingiu coração
Agora escuto um modão
E nem bem passa oito segundos e eu já tô no chão

Ai minha nossa senhora
Ela não teve dó
Quando me viu chegou a espora

Marcou com brasa quente
Um bruto também sente a hora de se entregar
É feito pinga na veia, topeia mas no fundo a gente gosta

Pra mim esse tal de amor era frescura
Estupidez de quem fica olhando a lua
Pensando em alguém que não merece atenção

Mas seu olhar encontrou o meu na reta
A mão tremeu e o suor correu na testa
Um tiro certeiro que atingiu coração
Agora escuto um modão
E nem bem passa oito segundos e eu já tô no chão

Ai minha nossa senhora
Ela não teve dó
Quando me viu chegou a espora

Marcou com brasa quente
Um bruto também sente a hora de se entregar
É feito pinga na veia, topeia mas no fundo a gente gosta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here