João Lucas e Marcelo – Destilado

João Lucas e Marcelo - Destilado

João Lucas e Marcelo – Destilado

Letra:

Conheci ela na net, chamei ela pra sair comigo,
Só tinha dezoito aninhos, vai vendo o perigo.
Corpinho de panicat, toda cheia de frescura,
Pra curar essa delicinha eu faço qualquer loucura.

Só quer lugar bacana, vou ter que soltar a grana,
Fazer valer a pena todo esse investimento.
Ela não bebe qualquer coisa,
Só bebida de primeira,
Cara de patricinha mas no fundo é cachaceira.

Ela é exigente, só toma bebida quente,
Ela não quer chopp gelado,
Ela só toma destilado.
Ela é exigente, só toma bebida quente,
Ela não quer chopp gelado,
Ela só toma destilado.

Destilado, vai, vai…
Destilado, vem…
O menina exigente, ela só toma destilado.

Conheci ela na net, chamei ela pra sair comigo,
Só tinha dezoito aninhos, vai vendo o perigo.
Corpinho de panicat, toda cheia de frescura,
Pra curar essa delicinha eu faço qualquer loucura.

Só quer lugar bacana, vou ter que soltar a grana,
Fazer valer a pena todo esse investimento.
Ela não bebe qualquer coisa,
Só bebida de primeira,
Cara de patricinha mas no fundo é cachaceira.

Ela é exigente, só toma bebida quente,
Ela não quer chopp gelado,
Ela só toma destilado.
Ela é exigente, só toma bebida quente,
Ela não quer chopp gelado,
Ela só toma destilado.

Destilado, vai, vai…
Destilado, vem…
O menina exigente, ela só toma destilado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here