Loubet – Cascavel

Loubet - Cascavel

Loubet – Cascavel

Letra:

Do jeito que vai
Ninguém vai te querer
Tá se queimando a toa
Por coisa banal

Não sabe o que quer
Preciso te dizer
Não brinca com o amor
Que o golpe é fatal

Seu veneno é doce mata devagar
Já são tantas vítimas que não dá pra contar
Cuidado que uma hora pode acontecer
E alguém ter o antídoto e pegar você

Se Me Morde
O Trem Sacode
Me Leva Pro Céu
Seu Veneno Põe No Bolso Qualquer Cascavel

Se Me Envolvo
Fico Louco
Deixo Acontecer
Já Que Não Tem Soro Que Cure
Deixa Ela Morder

Do jeito que vai
Ninguém vai te querer
Tá se queimando a toa
Por coisa banal

Não sabe o que quer
Preciso te dizer
Não brinca com amor
Que o golpe é fatal

Seu veneno é doce mata devagar
Já são tantas vítimas que não dá pra contar
Cuidado que uma hora pode acontecer
E alguém ter o antídoto e pegar você

Se Me Morde
O Trem Sacode
Me Leva Pro Céu
Seu Veneno Põe No Bolso Qualquer Cascavel

Se Me Envolvo
Fico Louco
Deixo Acontecer
Já Que Não Tem Soro Que Cure
Deixa Ela Morder

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here