Mariana e Mateus – Quando As Bocas Já Se Conhecem

Mariana e Mateus - Quando As Bocas Já Se Conhecem

Mariana e Mateus – Quando As Bocas Já Se Conhecem

Letra:

Não tem nada a ver
Esse ar de quem não se importa
Essa falsa amizade torta
Eu exijo que não se aproxime com essa intensão

E me deixa aqui no meu canto
Se vir mais perto até me levanto
Vou embora
Eu não sou obrigado a ser legal, entendeu?

Quero ficar bem igual você
Mas ainda dói um pouco
E me deixa louco só pra você saber

Quando as bocas já se conhecem
Qualquer beijo no rosto é estranho
E vai machucando

Quando as bocas já se conhecem
O sorriso já é o bastante
Pra te amar como antes

Não tem nada a ver
Esse ar de quem não se importa
Essa falsa amizade torta
Eu exijo que não se aproxime com essa intensão

E me deixa aqui no meu canto
Se vir mais perto até me levanto
Vou embora
Eu não sou obrigado a ser legal, entendeu?

Quero ficar bem igual você
Mas ainda dói um pouco
E me deixa louco só pra você saber

Quando as bocas já se conhecem
Qualquer beijo no rosto é estranho
E vai machucando

Quando as bocas já se conhecem
O sorriso já é o bastante
Pra te amar como antes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here