Eduardo Gama Part. Humberto – Saudade Indignada

Eduardo Gama Part. Humberto - Saudade Indignada

Eduardo Gama Part. Humberto – Saudade Indignada

Letra:

Por que eu fui mexer
Num coração
Que já tinha proprietário
Toda vez que o amor termina
Tem que arrumar o cenário
Que nos incrimina.

Pra não deixar pista
Pra não deixar saudade indignada
Quando bater a vontade
E não poder fazer
Na hora que quiser

Te amar é o mesmo
Que ter quatro rodas
E andar a pé.

Mas se mandar um
Vem, vem, vem
Eu largo tudo e vou, vou, vou.

Fazer o que não tem coragem
De pedir pro seu amor

Eu largo tudo e vou.