Lucas Lucco – Interrogações

Lucas Lucco - Interrogações

Lucas Lucco – Interrogações

Letra:

O seu olhar no meu olhar
O que você vê é o mesmo
Que eu tento enxergar
Pra nós dois, nada além
Do Antes, o agora e o depois

Sem mudar, nada, nada do que planejou
Sem desistir sem negar, amor
Já terminou o que iria durar
Pra sempre, sempre

Aonde foi parar o amor? não sei
Antes de alguém dizer: cansei
Melhor parar com interrogações
Botar ponto final no amor, pra quê?
Se a vírgula vai resolver
Pensar assim piora a situação

Ooooh… Ooooh

Sem mudar, nada, nada do que planejou
Sem desistir sem negar, amor
Já terminou o que iria durar
Pra sempre, sempre

Aonde foi parar o amor? não sei
Antes de alguém dizer: cansei
Melhor parar com interrogações
Botar ponto final no amor, pra quê?
Se a vírgula vai resolver
Pensar assim piora a situação

Aonde foi parar o amor? não sei
Antes de alguém dizer: cansei
Melhor parar com interrogações
Botar ponto final no amor, pra quê?
Se a vírgula vai resolver
Pensar assim piora a situação

O seu olhar no meu olhar
O que você vê é o mesmo
Que eu tento enxergar
Pra nós dois, nada além
Do Antes, o agora e o depois

Sem mudar, nada, nada do que planejou
Sem desistir sem negar, amor
Já terminou o que iria durar
Pra sempre, sempre

Aonde foi parar o amor? não sei
Antes de alguém dizer: cansei
Melhor parar com interrogações
Botar ponto final no amor, pra quê?
Se a vírgula vai resolver
Pensar assim piora a situação

Ooooh… Ooooh

Sem mudar, nada, nada do que planejou
Sem desistir sem negar, amor
Já terminou o que iria durar
Pra sempre, sempre