Victor e Leo Part. Chitãozinho e Xororó – Boteco de Esquina – Fio de Cabelo

Victor e Leo Part. Chitãozinho e Xororó - Boteco de Esquina - Fio de Cabelo

Victor e Leo Part. Chitãozinho e Xororó – Boteco de Esquina – Fio de Cabelo

DOWNLOAD

Letra:

Não posso dizer o nome do lugar
Mas era um charmoso boteco de esquina
Dona Sônia fazia sanduíches e drinques
Fernandinho deixava a moçada nos trinques
“Ele era o garçom, hei garçom”

Lembro de uma mulata que era um pedaço
De uma loira tão quente que deixava rastro
Uma linda morena me deixou assim
Com o marido do lado sorria pra mim
“Eu era o cantor ah, morena”

Aniversariante ganhava birita
Cachaça no canudo era Maledita
Quem bebia esquecia da idade sem ver
Que o dia já estava para amanhecer
“Os meus parabéns, felicidades”

Fim de noite é sempre começo de dia
Todo boteco tem um sabor que vicia
Desligamos o som, eram cinco pras seis
E um bebum pediu “Fio de cabelo” outra vez
“Ele era freguês, vamo atender”

Quando a gente ama
Qualquer coisa serve para relembrar

E hoje o que eu encontrei me deixou mais triste
Um pedacinho dela que existe
Um fio de cabelo no meu paletó
Lembrei de tudo entre nós, o amor vivido
Aquele fio de cabelo comprido
Já esteve grudado em nosso suor

Quando a gente ama
E não vive junto da mulher amada
Qualquer coisa à toa
É um bom motivo pra gente chorar
Apagam-se as luzes ao chegar a hora
De ir para a cama
A gente começa esperar por quem ama
Na impressão que ela venha se deitar

E hoje o que eu encontrei me deixou mais triste
Um pedacinho dela que existe
Um fio de cabelo no meu paletó
Lembrei de tudo entre nós, do amor vivido
Aquele fio de cabelo comprido
Já esteve grudado em nosso suor

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here