Zé Barrero e Catuaba – Óleo de Dendê

Zé Barrero e Catuaba - Óleo de Dendê

Zé Barrero e Catuaba – Óleo de Dendê

Letra:

Peguei minha titan e fui pra praia em pleno feriadão
AEsqueci meu protetor mais me emprestaram um óleo de dendê
Passei na pele pensando que tava protegido mais não
Foi grelhando, foi tostando meu corpinho feito um camarão
E lá pro meio dia foi formando umas casquinhas
O povo caçoando e o velhinho que dizia
Meu Deus como é que pode um ser assim tão juvenil
Será que esse pentelho passou Etinta Suvinil
Deixa rolar, o que não rola é um caranguejo nas minhas bola na beira do mar
Eu to legal, as mina pira perguntando do meu bronze eu digo é natural

Peguei minha titan e fui pra praia em pleno feriadão
AEsqueci meu protetor mais me emprestaram um óleo de dendê
Passei na pele pensando que tava protegido mais não
Foi grelhando, foi tostando meu corpinho feito um camarão
E lá pro meio dia foi formando umas casquinhas
O povo caçoando e o velhinho que dizia
Meu Deus como é que pode um ser assim tão juvenil
Será que esse pentelho passou Etinta Suvinil
Deixa rolar, o que não rola é um caranguejo nas minhas bola na beira do mar
Eu to legal, as mina pira perguntando do meu bronze eu digo é natural

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here